Quarta-Feira, 18 de Julho de 2018

Turismo
Terça-Feira, 08 de Maio de 2018, 07h:50

PEQUIM

Brasil e China planejam encontro de operadores turísticos

Redação

Reprodução

Pequim

Representantes do Ministério do Turismo e da Embaixada da China no Brasil discutiram em Brasília a promoção de um encontro entre o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, e operadores do mercado de viagens brasileiro e chinês. A reunião deve ocorrer durante a 5ª edição da CIFTIS, maior feira chinesa voltada ao setor de serviços da qual o Brasil participará como convidado de honra e terá pavilhão em local de destaque. O evento acontece de 28 de maio a 1º de junho de 2018, em Pequim, na China.

A presença do Brasil no evento é fruto de um memorando de entendimento assinado no mês de outubro de 2016 pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e o Ministério de Comércio da China para cooperação nesta área. Presente à reunião, o secretário nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, comemorou o estreitamento das relações. “A ideia é abrirmos os mercados, termos mais intercâmbio. O ministro Lummertz considera esta visita histórica para as relações bilaterais no turismo”, ressaltou.

Com o objetivo de captar investimentos, o MTur vai apresentar na CIFTIS projetos disponíveis em áreas como hotelaria e parques temáticos. Também haverá um Brazilian Day, reunindo apresentações culturais, a exemplo do Festival de Parintins, do Amazonas, além da divulgação de destinos. A comitiva terá a participação da presidente da Embratur, Aparecida Bezerra, e de representantes da Braztoa, CVC e Sindepat, além de estados e municípios.

O evento, realizado na cidade chinesa de Beijing, é apoiado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) e a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês). A feira proporciona uma plataforma internacional de negócios que envolve os 12 ramos de atividades definidos pela OMC, incluindo turismo e outros relacionados ao segmento de viagens.

Também participaram da reunião em Brasília o ministro conselheiro da Embaixada da China Qu Yuhui; o diretor do Departamento de Ordenamento do Turismo do MTur, Rogério Cóser; o chefe da Assessoria de Relações Internacionais do MTur, Rafael Luisi, e a coordenadora-geral de Atração de Investimentos do MTur, Beatriz Kobayashi, entre outros representantes das duas partes.

COLABORAÇÃO - O memorando de entendimento Brasil-China tem como objetivo incentivar o comércio exterior e investimentos bilaterais em serviços, além de promover o intercâmbio de informações sobre melhores práticas no setor a fim de fomentar a qualidade, a competitividade e a eficiência. Além do turismo, o documento engloba ramos como tecnologia da informação e comunicação, automação bancária, terceirização, transportes e engenharia.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO