Sábado, 07 de Dezembro de 2019

Política
Quinta-Feira, 28 de Novembro de 2019, 14h:04

ESCÂNDALO NA CÂMARA

Servidora denuncia na Defaz esquema para cassar vereador; veja o BO

Jô Navarro

Assessoria

O vereador Abilio Junior (PSC) está sendo atacado pelos apoiadores do prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro, depois que a servidora do Hospital São Benedito, Elizabete Maria de Almeida, denunciou um esquema de compra de votos para garantir a cassação de seu mandato. 

Abilio queixou-se hoje, em Plenário, do tratamento recebido e lembrou os pares que quem fez a denúncia foi a servidora, testemunha de acusação arrolada pelo autor da representação, Oseas Machado. 

A gravíssima acusação aponta que Emanuel Pinheiro, pessoalmente, ofereceu 50 mil reais para os vereadores presentes, mais 20 cargos comissionados, para que votassem pela cassação de Abilio Junior. Leia abaixo o Boletim de Ocorrência (veja ao final) registrado por Elizabete na Delegacia Fazendária, em Cuiabá. 

Emanuel Pinheiro emitiu uma nota, informando ter tomado conhecimento da acusação por meio de "alguns sites", nega ter oferecido propina e afirma que tomará "medidas judiciais cabíveis para restabelecer a verdade e punir, no rigor da lei, quem, de forma criminosa, envolveu meu nome nessa história fantasiosa e inescrupulosa".

"Nota de esclarecimento do prefeito Emanuel Pinheiro sobre as supostas denúncias feitas por uma servidora do Município.

Tomei conhecimento desses fatos absurdos por meio da imprensa. Não conheço os termos do suposto Boletim de Ocorrência registrado pela tal servidora, mas já determinei que sejam tomadas todas as medidas necessárias para ter acesso a todos os documentos entregues na Delegacia fazendária – Defaz - e no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado - Gaeco.

Após o acesso a estes documentos e, se confirmadas as notícias absurdas e caluniosas a meu respeito, que foram divulgadas em alguns veículos de comunicação, tomarei todas as medidas judiciais cabíveis para restabelecer a verdade e punir, no rigor da lei, quem, de forma criminosa, envolveu meu nome nessa história fantasiosa e inescrupulosa.

Emanuel Pinheiro - prefeito de Cuiabá"

 Veja abaixo a 'suposta denúncia' feita pela servidora:

 

BO - Defaz

Servidora do HSB registrou BO na Defaz

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO