Domingo, 31 de Maio de 2020

Política
Terça-Feira, 12 de Maio de 2020, 12h:25

ATO POLÍTICO

Presidente tenta jogar responsabilidade da pandemia para governadores

Jô Navarro

Reprodução

Jair Bolsonaro

O Decreto 10.344 publicado ontem (11) pelo Presidente Jair Bolsonaro não deve mudar as medidas restritivas já adotados nos Estados.

O Presidente incluiu no rol de serviços essenciais as academias, salões de beleza e barbearias.

Decisão anterior do STF reconhece a autonomia dos Estados e Municípios para definir critérios para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

O Decreto é mais um ato político de Jair Bolsonaro para jogar sobre os governadores e prefeitos a responsabilidade pelo fechamento das atividades econômicas. Ato semelhante à ida em caravana até o STF, acompanhado de empresários, para queixar-se do isolamento social seu reflexo na Economia. 

Lamentavelmente faltou ao Presidente as qualidades necessárias para enfrentar a crise.  No lugar de unir e liderar, desagrega a cada frase pronunciada, compete com ministros por popularidade, gera crises políticas diariamente, estimula e participa de atos antidemocráticos.

Nesta tarde o Presidente deixou isto bem claro em postagem no Twitter:

 

JB no Twitter

 

 

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO