Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019

Política
Terça-Feira, 02 de Julho de 2019, 13h:49

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Inclusão de estados na reforma depende de apoio do Nordeste, diz presidente

Governadores do Nordeste queriam aprovar com voto contrário deles para evitar desgaste político, diz Bolsonaro

Redação com Agências

Alan Santos/Presidência

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (2), na Comissão Especial da Reforma da Previdência da Câmara dos Deputados, que para incluir estados e municípios na reforma, é preciso que os governadores do Nordeste e de esquerda votem a favor, mesmo que isso gere desgastes com suas bases de apoio. Ele disse ainda que espera relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) seja lido ainda hoje (3).

“Para entrarem estados e municípios, os governadores, em especial os do Nordeste e de esquerda, têm que votar favorável. Até pouco tempo, eles queriam que fosse aprovada a reforma com voto contrário deles para eles não terem desgaste. Porque tem desgaste o parlamento, sim tem. Agora, há um sentimento dentro do parlamento e fora também de que temos que mudar. Se não mudar, o Brasil vai ter mais problemas econômicos pela frente do que já temos no momento”, disse.

Nos últimos dias tem ocorrido negociações entre equipe econômica, líderes partidários e governadores para uma possível reinclusão de estados e municípios na reforma da Previdência, ainda na comissão especial que trata do tema.

Pelo projeto enviado pelo governo federal, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 da reforma da Previdência valeria automaticamente para servidores dos estados e dos municípios, sem necessidade de aprovação pelos legislativos locais, mas esse ponto foi retirado do parecer do relator.

Sobre reivindicações de militares em relação a regras diferenciadas de aposentadoria, o presidente Bolsonaro disse que isso está em negociação e que todo mundo vai ter sua cota de sacrifício.

SEM ACORDO

O relator da proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19) na comissão especial que analisa o tema, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), afirmou agora há pouco que não foi fechado ainda o acordo para incluir estados e municípios em seu parecer. Segundo ele, a solução talvez seja manter o diálogo para incluí-los por meio de uma emenda durante a votação no Plenário da Câmara.

Moreira participou de reunião na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, com líderes partidários e governadores de diversos estados (PB, AL, CE, ES, PI).

“Ainda tem mais umas horas, está tudo em ordem, os governadores ainda têm uma expectativa, mas o melhor procedimento é no Plenário, o que não é ruim, é bem possível e mais fácil. O Rodrigo Maia vai conversar com alguns líderes”, informou Moreira.

O relator disse que vai apresentar a complementação de voto ainda nesta terça-feira (2) a partir das 16 horas. O texto ainda não foi divulgado, mas Moreira já havia antecipado que não faria mudanças significativas em seu parecer.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO