Sábado, 21 de Setembro de 2019

MPF
Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019, 16h:49

PGR

Favorito para PGR respondeu processo por falsificar documento

Redação

Reprodução

Fachada da PGR

"Cotado como favorito para ser o procurador-geral da República (PGR), o subprocurador Antonio Carlos Simões Martins Soares já teria respondido a um processo por falsificar um documento. De acordo com a Folha de S.Paulo, a falsificação teria ocorrido em 1995 em uma assinatura de um advogado para dar andamento a um ato processual. À época, ele era procurador em Minas Gerais. O juiz da Vara Federal percebeu a falsidade e denunciou ao MP. O STF concedeu habeas corpus e o processo foi parar no STJ. O processo, diz o jornal, prescreveu e Soares sequer foi julgado."

"Simões respondeu a processo por suspeita de falsificação processual e há o rótulo de “candidato de Flávio Bolsonaro”. Também pesaria contra ele uma condenação pelo Tribunal de Contas da União por aposentadoria irregular. “Só conversei com Flávio há coisa de vinte dias. Minha candidatura vem dos militares. Fiz Escola Superior de Guerra. Meu apoio vem do Judiciário fluminense em peso. Dos ministros do STJ e do STF. Tenho três ministros do Supremo que já declararam apoio ao meu nome”, afirma. O nome de Simões não faz parte dos oferecidos pela lista tríplice de membros ativos do Ministério Público Federal (MPF)."

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!