Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018

Mato Grosso

Quarta-Feira, 12 de Setembro de 2018, 08h:48

COLAPSO FINANCEIRO

Dívida da gestão de Pedro Taques supera R$ 2 bilhões, diz TCE

Estado foi alertado pelo TCE a tomar providências para evitar "colapso financeiro"

Jô Navarro

Reprodução

Pedro Taques

Exatos R$ 2.222.950.491,49 bilhões. Este é o montante da dívida do Governo de Mato Grosso, segundo o Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A informação consta na decisão da Corte de Contas que negou suspender o Decreto nº 1.636, DOE de 13/08/2018, de autoria do governador Pedro Taques, que parcela em 11 vezes a dívida do estado com fornecedores inscritas em restos a pagar. O governo não paga multa, juros e correção monetária sobre o que deve.

Segundo o TCE, o governador foi alertado, durante o julgamento das contas de governo, a tomar providências para evitar o colapso financeiro do estado.

O conselheiro interino do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Isaías Lopes da Cunha, ao negar o pedido da Secretaria de Controle Externo (Secex) para suspender o Decreto do Executivo, lembrou que em 2007 o Estado do Rio de Janeiro parcelou os restos a pagar referentes a 2006 e anos anteriores.

Hoje (12) às 10h a ALMT realiza sessão extraordinária para tentar realizar a 2ª votação do Decreto nº 01/2018, de autoria de lideranças partidárias, que susta os efeitos do Decreto nº 1.636 do Executivo.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO