Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018

Mato Grosso
Terça-Feira, 09 de Outubro de 2018, 12h:34

DE VOLTA À ROTINA

ALMT retoma sessões ordinárias e deve votar contas de Pedro Taques

Nos bastidores, comenta-se que o resultado das eleições pode influenciar a votação das contas de governo de Pedro Taques relativas ao exercício 2017

Redação

Reprodução

Pedro Taques

As sessões ordinárias da Assembleia Legislativa voltam a acontecer hoje (9), às 17 horas, no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour.

Os parlamentares, dentre eles os que não se reelegeram, precisam votar as contas do governo Pedro Taques (PSDB) relativas ao exercício financeiro de 2017 e analisar em Plenário o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO-2019), que estima entre receita e despesa um orçamento de R$ 19 bilhões. 

Pedro Taques ficou em terceiro lugar nas eleições 2018 que teve Mauro Mendes (DEM) vencedor. Na ALMT boa parte dos deputados não conseguiu se reeleger. 

Leia também: 

Mato Grosso reelege deputados investigados e até um condenado

O PLDO-2019 já foi debatido em duas audiências públicas realizadas pelas Comissões de Constituição e Justiça e Redação e pela de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária. A proposta original do governo já recebeu 61 emendas parlamentares.

Também está pendente de análise a mensagem do Executivo 27/2018, que normatiza a gestão dos espaços destinados à venda de produtos em presídios de Mato Grosso. Até o momento, essa proposta já recebeu nove emendas.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO