Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020

Legislativo

Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 09h:02

#ABILIOFICA

Abilio ganha apoio na rede e até Estadão noticia cassação arbitrária

Cassação acende a revolta da população que promete lotar a Câmara na terça-feira para protestar.

Jô Navarro

Francinei Marans

A trama arquitetada pelos inimigos políticos do vereador Abilio Junior (PSC) para cassar seu mandato é repudiada por lideranças políticas e eleitores cuiabanos. Num processo de cassação de autoria do seu suplente, o ex-diretor do Hospital São Benedito Oseas Machado, atende a interesses de aliados do prefeito que têm dezenas de 'cargos' na administração municipal. Eles querem cassar o vereador por exercer seu papel durante fiscalização da CPI da Saúde no Hospital São Benedito, que resultou em processo contra o prefeito e prisão do ex-secretário de Saúde Huark Douglas. A alegação do autor da representação na Comissão de Ética, Oseas Machado, é que Abilio teria cometido 'arbitrariedades' durante a investigação.

Apoios
Nas redes sociais manifestam-se contrários à cassação de Abilio Junior a ex-juiza Selma Arruda, deputado estadual Xuxu Dalmolin (presidente do PSC), deputado estadual Elizeu Nascimento, Antero Paes de Barros, o policial federal suplente de deputado federal Rafael Ranalli, vereadores da oposição em Cuiabá, vereador Silvio de Guarantã, lideranças de bairros, funcionários públicos, empresários, motoristas de Uber, grupos de ciclistas, comerciantes, etc.

“Com muita tristeza que eu recebo a notícia da sua cassação. Assim como você, eu fui cassada por lutar contra corruptos. Assim como você, eu fui cassada por lutar contra gente que enche o paletó de dinheiro. Não sinta isso como uma derrota. Eu me sinto vitoriosa. Eu me sentiria derrotada, se eu estivesse, agora, sendo elogiada por gente como Renan Calheiros, como esse pessoal que dorme na cadeia e vem pro Senado trabalhar de dia. E, você, sinta-se elogiado, e o povo sabe disso. O povo sabe que você foi cassado porque lutou contra o homem do paletó, o homem do MDB daí, o partido de Silval Barbosa, o pessoal que gosta de encher o bolso de dinheiro. Meu amigo, é assim mesmo! O sistema patrola as pessoas”, disse a senadora Selma Arruda.

Manifestação na Câmara
Espontaneamente grupos de apoiadores do vereador Abilio Junior nas redes sociais organizam manifestação contra a cassação do seu mandato. Na terça-feira (18) às 8h, reunem-se na Câmara Municipal em manifestação pacífica. Em suas redes sociais Abilio Junior alerta apoiadores que tenham cuidado com pessoas infiltradas que podem tentar praticar desordens para responsabilizar os organizadores do movimento #AbilioFica .

A repercussão nas redes sociais ganha peso e até o jornal O Estado de São Paulo publicou neste domingo (16) reportagem intitulada "Comissão na Câmara de Cuiabá pede cassação de ex-presidente da CPI da Saúde por ‘constranger servidores’ durante blitz em hospital"

Reprodução

Estadão

 

Os argumentos da base

A intenção dos vereadores da base é clara e eles nem tentam disfarçar. No plenário declaram abertamente que defendem o prefeito e fazem de tudo para desqualificar e ridicularizar o vereador Abilio Junior. Toninho de Souza, presidente da Comissão de Ética, é o mesmo que cometeu bullying diante das câmeras do Plenário, chamando Abilio, que sofre de psoríase, de 'perebento e endemoniado'. 

Integrantes da base proferiram ataques, diversas vezes, durante as sessões do legislativo, deixando claro que o processo na Comissão de Ética era 'carta marcada'. Desde o ano passado diversos vereadores da base passaram a chamá-lo ironicamente de 'ex-vereador'.

O processo na Comissão de Ética foi secreto, longe da imprensa, para blindar as irregularidades e o cerceamento à defesa.

O vídeo (veja abaixo) da oitiva da servidora do Hospital São Benedito Elizabete Maria, divulgado por Abilio Junior depois da votação unânime da CE por sua cassação, mostra claramente o modus operandi do trio Toninho de Souza, Ricardo Saad e Vinicyus Hugueney.

 

Pedra no caminho
O vereador Abilio Junior ganhou a confiança dos cuiabanos como fiscalizador da administração municipal. Ao lado de mais seis vereadores, Diego Guimarães, Dilemário Alencar, Marcelo Bussiki, Lilo Pinheiro, Wilson Kero Kero e Felipe Wellaton, encaminharam diversas denúncias ao Tribunal de Contas e Ministério Público. Várias resultaram em inquéritos, processo judicial, determinações e suspensão de licitações e contratações irregulares e até na prisão do ex-secretário de saúde Huark Douglas

Abilio é a pedra no caminho dos interesses do prefeito Emanuel Pinheiro, que não se intimida em usar o poder da caneta para manipular a maioria dos vereadores com cargos, fazendo vista grossa, até auxiliando a furar a fila do SUS para 'ajudar' amigos dos vereadores.

Veja o que diz Abilio Junior

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO