Sábado, 26 de Maio de 2018

Internacional

Domingo, 17 de Dezembro de 2017, 13h:51

TENSÃO

Turquia abrirá embaixada em Jerusalém como capital palestina

Redação com Agências

Divulgação

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou hoje (17) que seu país planeja abrir uma embaixada em Jerusalém Oriental como capital do estado palestino, depois que os Estados Unidos reconheceram essa cidade (nas suas duas metades, leste e oeste) como capital de Israel.

"Já declaramos Jerusalém Oriental como a capital do estado palestino, mas não fomos capazes de abrir nossa embaixada porque Jerusalém está atualmente ocupada. Mas, com a ajuda de Deus, abriremos nossa embaixada lá", disse Erdogan durante um ato do seu partido, o Justiça e Desenvolvimento (AKP).

No último dia 13 de dezembro, os países da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) concordaram, em uma reunião em Istambul, em reconhecer Jerusalém Oriental como a capital do estado palestino e convidaram todas as nações a fazer o mesmo.

Críticas a Donald Trump

O governo turco e o presidente Erdogan estão entre as vozes mais críticas à medida de Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e transferir para lá a embaixada americana.

Erdogan acusou os Estados Unidos de descumprirem acordos internacionais e de "incendiar" toda a região do Oriente Médio com essa decisão.

Além da Turquia, o governo do Líbano também anunciou o começo dos trâmites para a eventual abertura de uma embaixada em Jerusalém como capital da Palestina.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO