Caldeirão Político

Quarta-Feira, 25 de Abril de 2018, 07h:47

Quarteto abominável coloca o Brasil a um passo da intervenção militar

Diante da falência do Supremo, do câncer que domina as instituições, o que resta à gente de bem?

Jô Navarro

A decisão dos ministros Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowsky e Dias Toffoli de tirar Lula de Sergio Moro expõe a desintegração do STF. Com apoio do ministro Marco Aurélio, formam o quarteto abominável, cujas decisões recentes do Supremo aumentam o risco de uma intervenção militar no Brasil.

A sensação das pessoas de bem, dos que não compactuam com a quadrilha inescrupulosa comandada por Luiz Inácio Lula da Silva, é que este país está mergulhado na escuridão, no esgoto da corrupção e com apoio de parte do judiciário. Cada vez mais pessoas se preparam para deixar o país, enojadas com a impunidade.

Diante da falência do Supremo, do câncer que domina as instituições, o que resta à gente de bem? Ir às ruas, gritar, se indignar, tirar do Congresso os integrantes da quadrilha por meio do voto.

A quadrilha que domina o Brasil faz mal à saúde coletiva.


Fonte: Caldeirão News

Visite o website: caldeiraonews.com.br