Segunda-Feira, 24 de Junho de 2019

Geral
Segunda-Feira, 31 de Dezembro de 2018, 10h:07

AMEAÇAS A BOLSONARO

Policiais encontram manual que ensina fazer bombas caseiras durante operação nesta segunda-feira

Manual foi encontrado em endereço ligado ao grupo que reivindicou ter produzido e colocado artefato explosivo no Santuário Menino Jesus, em Brazlândia

Redação com Agências

Reprodução

A Polícia Federal e a Polícia Civil do Distrito Federal cumprem nesta segunda-feira (31/12) sete mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, Goiás e São Paulo, na investigação que apura o envolvimento de um grupo que reivindicou a confecção e o abandono de um artefato explosivo no Santuário Menino Jesus, em Brazlândia/DF, no último dia 24.

Segundo o portal Metrópoles, primeiro a noticiar a existência do grupo terrorista, hoje os policiais encontraram um manual de como fazer bombas em um dos dois endereços alvos da operação no Distrito Federal.

As investigações policiais prosseguem, sob segredo de justiça, para a apuração do crime de associação criminosa, além de outros ilícitos que possam a vir a ser identificados no decorrer das ações.

No Instagram o grupo postou ameaça ao presidente eleito jair Bolsonaro: “Se a facada não foi suficiente para matar Bolsonaro, talvez ele venha a ter mais surpresas em algum outro momento, já que não somos os únicos a querer a sua cabeça (…).

As ameaças se estendem ao presidente eleito e a outros alvos, como a futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e o presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o cardeal Dom Sérgio da Rocha.

Em trechos de um texto publicado na internet, a suposta organização criminosa diz o seguinte: “Se a facada não foi suficiente para matar Bolsonaro, talvez ele venha a ter mais surpresas em algum outro momento, já que não somos os únicos a querer a sua cabeça”.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO