Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019

Geral
Sexta-Feira, 06 de Setembro de 2019, 08h:07

MÚSICA

Na Casa Cuiabana, Lu Bonfim interpreta clássicos de Belchior

Divulgação

Isa Souza

Belchior une diferentes gostos e gerações com sua voz inconfundível e composições eternizadas na música popular brasileira. A história de sucesso do “rapaz latino americano sem dinheiro no bolso”, que viveu seus últimos anos fugindo dos holofotes, voltou à tona após sua precoce partida.

Mas como o próprio cantou: “ano passado eu morri, mas esse ano eu não morro”. E pela primeira vez em Cuiabá, o músico lendário ganha tributo de artistas da terra, capitaneados pela cantora Luciana Bonfim, que honra a canção.

Será neste sábado (07.09), na Casa Cuiabana, que o show “Amar e mudar as coisas” ecoará como um manifesto. À ocasião, a música se alia à literatura e a setores da economia criativa para celebrar o artista que imprime romance e revolução em seus “delírios com coisas reais”.

O evento terá início às 19h, com discotecagem de Fabrício Chabô, bar e feirinha de artesanato, vinil, sebo e culinária.

Os ingressos estão à venda no sebo Rua Antiga (Metade Cheio) pelo valor de R$ 40 (inteiro) e meia solidária – R$ 20 mais 1 item de higiene pessoal (sabonete, creme dental, escova de dentes etc.), que serão repassados aos ocupantes do Beco do Candeeiro, por meio do projeto Psicanálise de Rua.

Da voz potente de Lu Bonfim, acompanhada dos músicos Vini Batera, nas baquetas, e Roosevelt de Jesus, nas cordas, o público pode esperar grandes clássicos, mas também o ‘lado B’ de Belchior.

“Alucinação”, “Como Nossos País”, “Coração Selvagem”, “Velha Roupa Colorida”, “A Palo Seco”, “Apenas um Rapaz Latino-americano” e “Fotografia 3X4” são (algumas) canções que não vão faltar no repertório.

Lu Bonfim, presença nas rodas de samba e voz da MPB em Mato Grosso, conta que sua identificação com a música de Belchior remonta os tempos de adolescência.

“Mas fiquei mesmo muito fã quando ele esteve em Cuiabá para um show no Teatro da UFMT”, conta a intérprete, que também é compositora e tem em Belchior uma referência de canto visceral, como ela define.

“Ele fala a minha língua. Gosto do seu canto ácido e sarcástico, dessa poesia direta, que fere e corta ‘feito faca’. Belchior é um músico que marca pelo tom crítico, pela maneira como ele fala da vida com paixão. Um músico intenso e político”, define Lu Bonfim.

Show: “Amar e mudar as coisas”, por Lu Bonfim Data: 07.09 (sábado) Horário: das 19h às 00h

Local: Casa Cuiabana. Av General Vale, 181, bairro Bandeirantes.

Ingressos: R$ 40 (inteira) ou R$ 20 + itens de higiene pessoal. Ingressos antecipados no sebo Rua Antiga (Metade Cheio, R. Cmte. Costa, 381, Centro Norte)

Mais informações: (65) 9 9313-1286, 9 9962-0352 ou 9 8149-6456.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO