Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018

Geral
Sexta-Feira, 23 de Fevereiro de 2018, 08h:15

DESPEDIDA

Funeral de Billy Graham será em tenda similar a de sua primeira cruzada

Billy Graham terminará da mesma forma que “começou”, sob uma grande tenda em frente a milhares de pessoas.

Jarbas Aragão/Gospel Prime

Reprodução

Billy Graham

O porta-voz da família, Mark DeMoss, anunciou na quarta-feira à noite que o culto fúnebre será realizado na sexta-feira, 2 de março, às 12 horas. As tendas de lona branca serão montadas perto da Biblioteca Memorial Billy Graham em Charlotte, Carolina do Norte.

O caixão de Graham ficará na casa da família Graham na próxima segunda-feira e terça-feira. Neste período, as visitas estarão abertas ao público. Espera-se que milhares de pessoas passem pelo local para manifestar suas condolências.

O enterro será fechado, contando apenas com os membros da família, amigos próximos e convidados especiais. Serão 2.300 assentos na tenda principal e a programação prevê um culto de 90 minutos.

Segundo comunicou a família, o próprio Billy deixou os preparativos feitos para a cerimônia anos atrás. Ele quis assegurar que “o foco não esteja nele, mas sim no evangelho”. Seu filho, Franklin Graham, trará uma meditação bíblica, enquanto seu irmão e as três irmãs irão fazer breves homenagens a seu pai.

Catedral de lona

Quando o ministério de Billy Graham começou a ganhar proeminência, em 1949, ele realizava suas cruzadas sob uma grande tenda branca, também conhecida como a “catedral de lona”. Com o passar dos anos, os eventos reuniram muito mais gente, geralmente em parques ou estádios.

O porta-voz DeMoss explica que “A família e membros da Associação Evangelística achavam que seria apropriado realizar o funeral sob uma tenda, para lembrar a maneira como seu ministério público ficou conhecido”, disse DeMoss.

A pedido de Graham, seu caixão foi feito à mão por um preso convertido durante um programa de evangelização carcerária. Seu criador, Richard Liggett – já falecido – criou caixões para Billy e Ruth enquanto estava detido numa penitenciária do Tennesse em 2006. A escolha foi feita porque, segundo a família do evangelista, “simbolizam lindamente o perdão”.

O corpo do evangelista será enterrado ao lado de sua esposa, Ruth, que faleceu em 2007, na cripta construída junto à sua Biblioteca Memorial. Com informações CBN

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO