Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018

Acontece
Domingo, 22 de Julho de 2018, 09h:06

ECOCUIABÁ

Cuiabá prepara evento internacional que debaterá mudanças climáticas

Rafaela Gomes Caetano

Jô Navarro/Caldeirão Político

Trazer a problemática relacionada às mudanças climáticas mundiais para o centro da Capital mato-grossense é um desafio árduo e inédito, que já está sendo travado pela Prefeitura de Cuiabá. A fim de atuar como um agente participativo na busca por soluções genuínas e eficazes - que redefinam a forma como a população mundial absorve, usufrui e preserva o meio ambiente -, o município está projetando o maior evento de sustentabilidade das Américas. Muito mais que atrair os olhos dos seus, a ECOCUIABÁ vai magnetizar os demais países para este amplo debate e fará um panorama dos tratados feitos no passado com o Brasil, desenhando uma nova perspectiva para o futuro, com medidas, ações e tomada de decisões que sejam efetivamente aplicáveis e funcionais. A iniciativa vai também ao encontro do tricentenário cuiabano, como mais uma perspectiva de desenvolvimento responsável planejado pelo município.

“A natureza clama por socorro e por um posicionamento dos governantes diante das tragédias climáticas que temos vivenciado globalmente. O uso indiscriminado dos recursos naturais, aliado a práticas que vão na contramão da sustentabilidade de prejudicar o presente e colocar o futuro da humanidade em cheque. E Cuiabá quer estar inserida nesse debate, de maneira engajada e não efêmera. Essa ousada proposta visa chamar a responsabilidade para o poder público municipal, que deve se posicionar tanto quanto as demais metrópoles, como São Paulo e Rio de Janeiro. Nossa Capital tem nos seus átrios o título de cidade verde, que já está sendo resgatado, nesta gestão, por meio de políticas públicas que imperam no plantio de árvores. Com essa mesma visão, queremos ir além, atuando de maneira incisiva nessa luta, trazendo o povo cuiabano para o centro do debate, com a certeza de que esta missão e responsabilidade é um dever de todos nós como sociedade”, afirmou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Conhecida por estar no Centro Geodésico da América do Sul, Cuiabá está diretamente vinculada ao agronegócio, cujas raízes se consolidam ao seu redor, nos municípios que a cercam. A fim de garantir uma produção responsável, que respeite as limitações do meio ambiente, preservando-o, a Prefeitura vai propor uma International Meeting in South America, que visa atrair personalidades do setor ambiental de diversas partes, promovendo uma troca de experiências, exposições de ideias, apresentações de projetos, já em vigor, que obtiveram sucesso sustentável ecologicamente e a consolidação de novas medidas. Aos moldes de um seminário, a ECOCuiabá será composta por minicursos, palestras, mesas redondas e grupos de trabalhos na prática. Essa contribuição mútua vai conduzir a uma sequência de relatos e de experiências, versando os temas abordados, com ênfase na educação ambiental.

“Tecnicidade é uma das palavras chaves dessa conferência vanguardista, que será pautada pela apuração de dados e informações que auxiliem os palestrantes e participantes a pensarem em soluções genuínas para problemas reais. Ter uma base documental é muito importante para que saibamos quais rumos tomar e utilizaremos a ECO-92 como um destes instrumentos de pesquisa. Tomaremos os documentos oficiais como ferramentas de debate, trazendo para este diálogo assuntos como a Agenda 21, a Declaração de Princípios sobre Florestas, o tratado da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, entre outros. Nos aprofundaremos naquilo que funcionou e naquilo que não obteve tantos resultados, construindo uma coalizão que promova alternativas viáveis que reverberem na sociedade. Será um longo processo de transformação da consciência ambiental, começando pelo poder público e se estendendo para a população mundial”, compartilhou Pinheiro.

Por se tratar de um evento que emana a sustentabilidade, a ECOCuiabá produzirá toda sua aparelhagem de divulgação com materiais recicláveis, que não agridam o meio ambiente. Ao final da conferência, todo esse equipamento midiático produzido será recolhido e enviado para uma cooperativa de reciclagem. Para reduzir os custos e o consumo de papéis, a iniciativa ainda terá um aplicativo para smartphones para tirar dúvidas, apresentar a programação, disponibilidade de hotéis parceiros, transportes para o evento, opções de lazer na cidade, entre outras coisas. Além disso, a convenção contará com tradutores simultâneos.

A ECOCuiabá acontecerá durante a Semana do Meio Ambiente, em junho de 2019.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO