Domingo, 31 de Maio de 2020

Acontece
Quarta-Feira, 29 de Janeiro de 2020, 08h:09

OBRA RELÂMPAGO

China amplia obra relâmpago e Leishman Hospital terá 1.600 leitos

Jô Navarro

Reprodução

A construção em poucos dias do Leishman Hospital está sendo construído com prazo de 10 dias para tratar pacientes com pneumonia infectados pelo novo coronavírus na cidade de Wuhan, província de Hubei, no centro da China e despertou a atenção de pessoas em todo o planeta. Usando um batalhão de engenheiros e operários, é erguido com peças pré-fabricadas.

Inicialmente previsto para ter  1 mil leitos, a área total de construção foi ampliada para cerca de 60.000 metros quadrados para acomodar mais de 1.600 leitos hospitalares. A inauguração está prevista para dia 

Hoje, 29 de janeiro, a China confirma 9.239 casos suspeitos, 132 mortes e 103 pessoas que evoluiram bem e tiveram alta.

MPF

Hospital Júlio Müller

Obras do Hospital Júlio Müller estão paradas

 

O ritmo acelerado das obras do Leishman Hospital leva os brasileiros a questionarem as obras abandonadas em centenas de cidades. Somente em Cuiabá temos a obra do VLT, abandonada desde 2014, e do Hospital Central, com 290 leitos, cuja construção iniciou em 1984, segue parada. Uma nova licitação deve ser aberta em abril com previsão de entrega em 24 meses. Outro caso lamentável é a construção do novo hospital Júlio Muller, iniciada em 2012 com previsão de entrega em 2014. A obra continua parada.



Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO