Sábado, 18 de Agosto de 2018

Cidades
Quinta-Feira, 10 de Maio de 2018, 07h:10

PRAÇA DA MANDIOCA

Revitalização da Praça da Mandioca será concluída até 6 de junho

Após muita polêmica e reclamações dos usuários e comerciantes, as obras de requalificação da Praça da Mandioca, em Cuiabá, foram retomadas na quarta-feira (9).

Redação

Gustavo Duarte

A obra foi contemplada pelo Governo Federal no Programa de Aceleração do Crescimento - PAC Cidades Históricas, que incluem mais quatro praças do Centro Histórico da Capital: Praça Senhor dos Passos, Praça Doutor Alberto Novis, Praça Caetano de Albuquerque e Escadaria do Beco Alto. A Praça da Mandioca deverá ser entregue à população no dia (6) de junho, segundo a Prefeitura.

A ordem de serviço para a requalificação do local foi dada em 20 de fevereiro. A empresa de engenharia responsável pela obra deu início à primeira etapa com os serviços de demolição com auxílio de uma equipe de arqueólogos que fez o acompanhamento desde a retirada dos escombros, iniciando a sondagem para a localização de fragmentos históricos. Estes mesmos serviços foram aplicados nas três praças e no Beco Alto, cada um apresentou algumas peculiaridades, ocasionando na paralisação das obras.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Humano, Juarez Samaniego, inicialmente a paralisação ocorreu por conta dos estudos arqueológicos que ocorreram nesses locais. E posteriormente, por "questões burocráticas e administrativas".

“No conjunto de praças do PAC – Cidades Históricas, demos a ordem de serviço em janeiro deste ano seguindo um cronograma de ações. Todas passaram por essas etapas exigidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por ser o centro da capital um sítio arqueológico. Fizemos a Senhor dos Passos, entregamos porque foi a mais simples para conclusão e ao mesmo tempo avançamos para a Dr. Novis e a Escadaria do Beco Alto, nas quais tivemos que interromper os serviços. Nelas, foram encontradas a maior parte de vestígios arqueológicos, o que envolveu a alteração dos projetos iniciais, gerando mais burocracia, onerando o orçamento e causando a paralisação das obras", esclareceu Juarez.

A Praça da Mandioca é o quarto espaço público do centro histórico a receber as intervenções financiadas pelo Governo Federal por meio da Caixa Econômica Federal, avaliadas anteriormente em 900 mil reais autorizados pelo Iphan.

Segundo Adão Rodrigues, mestre de obras e responsável pelos trabalhos da Praça da Mandioca, nada será retirado da forma original da praça e, sim acrescentado.

“Estávamos aguardando a autorização da Prefeitura para retomarmos os trabalhos, porém nesse meio tempo não ficamos parados. Montamos os bancos que vão vir pra cá, o corrimão, separamos as plantas, organizamos os detalhes que compõem o lugar. Quinta e sexta-feira concluiremos a concretagem e na segunda-feira devemos assentar o piso. Terminado isso, acredito que devemos entregar certinho no prazo”, completou Adão.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO