Quinta-Feira, 09 de Abril de 2020

Cidades
Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 13h:11

SELETIVO DA SAÚDE EM CUIABÁ

Prefeitura de Cuiabá suspende convocação de concursados da Saúde

Temor dos aprovados é que a SMS faça contratação emergencial de pessoas sem qualificação técnica indicadas por aliados políticos

Jô Navarro

Divulgação

Luiz Antonio Possas de Carvalho

A prefeitura de Cuiabá publicou na ultima sexta-feira (20) a PORTARIA Nº 012/2020 suspendendo a convocação dos aprovados no Processo Seletivo Simplificado da Secretaria Municipal de Saúde.

A SMS alega riscos à saúde e a necessidade de evitar aglomerações, devido à Pandemia de Coronavírus, para suspender o Edital de Convocação nº 09/2020 publicado no dia 10 de março.

"Art. 1º. determinar a imediata suspensão - por prazo indeterminado- da convocação dos candidatos aprovados no Processo Seletivo Simplificado da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, realizado através do Edital de Convocação nº 09/2020 de 10 de Março de 2020, o qual está publicado no Diário Oficial de Contas nº 1863, de 13 de Março de2020.

Art. 2º. Com o intuito de evitar a propagação da pandemia decorrentedo novo Coronavírus (COVID-19), a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá através de sua Coordenadoria de Gestão de Pessoas não estará recebendo qualquer candidato que tenha sido convocado através do último edital publicado.

Parágrafo único. Tal medida entrará em vigor a partir da data de 23 de Março de 2020 (segunda-feira).

Art. 3º. Para tratar de quaisquer dúvidas o candidato pode entrar em contato com a Coordenadoria de Gestão de Pessoas através do telefone (65) 3617-7501.

Art. 4º. Os atendimentos presenciais aos candidatos aprovados noprocesso seletivo retornaram a sua normalidade quando o risco de propagação do Coronavírus(COVID-19) estiverem estabilizados e controlados" (sic)

Reclamações

A preocupação dos aprovados é que a SMS esteja se aproveitando da situação de emergência para suspender a convocação dos profissionais qualificados aprovados no Processo Seletivo para realizar contratações emergenciais de apaniguados políticos ligados a vereadores, secretários e aliados políticos.

Para os aprovados, a justificativa do secretário Luiz Antonio Possas de Carvalho na Portaria nº 12/2020 não procede, justamente neste período em que a demanda de profissionais de saúde está aumentando em todas as unidades do município. Para contratação emergencial sem concurso será necessário o mesmo contato pessoal que a SMS alega querer evitar ao suspender a convocação.

Confira a Portaria na Página 130 do DOE 1874 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO