Quarta-Feira, 17 de Outubro de 2018

Cidades
Quinta-Feira, 27 de Setembro de 2018, 07h:48

OPERAÇÃO CERBERUS

PJC cumpre mandados em Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde e Jangada

Redação

divulgação

A Polícia Judiciária Civil de Chapada dos Guimarães (67 km ao Norte) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (27.09), a operação “Cerberus”, com objetivo de dar cumprimento a 82 ordens judiciais, entre mandados de busca e apreensão e prisão preventiva, contra suspeitos que tiveram a participação identificada em crimes de tráfico de drogas, roubos, associação criminosa, entre outros delitos praticados no município.

A operação “Cerberus” é coordenada pela Delegacia de Chapada dos Guimarães com apoio da Diretoria de Inteligência – Núcleo de Inteligência de Cuiabá, Gerência de Operação Especiais (GOE) e equipes de policiais civis de Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde e Jangada, além da participação dos médicos legistas da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Deflagrada nas primeiras horas da manhã, a ação conta com a participação de 170 policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados Os 40 mandados de busca e apreensão domiciliar e 42 mandados de prisão preventiva serão cumpridos em Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde e Jangada. A equipe do GOE prestará apoio em alvos específicos, que apresentam maior risco.

Um dos alvos das ordens judiciais da operação é a Cadeia Pública de Chapada dos Guimarães, onde serão cumpridos mandados de buscas e de prisão, decretados com base em investigações que apontaram uma organização criminosa, composta por detentos, que atuariam de dentro da unidade prisional.

Nome da operação

Cerberus, na mitologia grega, era um monstruoso cão de três cabeças que guardava a entrada do mundo inferior, o reino subterrâneo dos mortos, deixando as almas entrarem, mas jamais saírem e despedaçando os mortais que por lá se aventurassem.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO