Quinta-Feira, 01 de Outubro de 2020

Cidades
Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 11h:53

CRIME BÁRBARO

Menina de 2 anos foi esfaqueada e asfixiada pela própria mãe

Polícia suspeita que pai de menina assassinada pela mãe tenha sido dopado

Da Redação

Reprodução/Facebook

A polícia apura se o pai da menina Júlia Felix de Moraes, de apenas 2 anos, foi dopado antes dela ser asfixiada e esfaqueada pela própria mãe. O crime aconteceu na madrugada de quinta-feira (13) em uma quitinete na Colônia Agrícola Samambaia, em Vicente Pires, Brasília.

Laryssa Yasmin Pires de Moraes, de 21 anos, mãe da menina, foi presa em flagrante e confessou o crime. Ela tentou culpar o pai da criança, de 25 anos, mas as investigações apontam, segundo a polícia, que ele não cometeu o crime.

Segundo os investigadores, Laryssa acordou cedo, por volta das 5h30, levou a menina para a cozinha e tentou desferir a primeira facada perto do pescoço. Ela acordou e começou a chorar, quando foi asfixiada e esfaqueada duas vezes no tórax. Em seguida, Laryssa foi até o quarto e tentou esfaquear o jovem, ferindo-no rosto. Ele reagiu, desarmou a mulher e ligou para o Samu.

A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Segundo depoimentos de vizinhos e do tio paterno da criança para a imprensa, eles conviviam sem brigas e a mulher e a menina se mudariam em breve. Os pais da criança não tinham um relacionamento amoroso. Ela foi acolhida por ele na quitinete até se estabilizar e deveria se mudar em alguns dias.

 

 

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO