Sábado, 15 de Agosto de 2020

Cidades
Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020, 14h:35

CRIME BÁRBARO

Lavrador confessa ter esfaqueado menina por vingança no interior de SP

Menina foi morta com 13 facadas, segundo laudo do IML

Redação com Agências

Arquivo pessoal

Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, foi morta por um vizinho. Segundo informações da Polícia Civil do município de Chavantes (SP), o lavrador Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, confessou ter matado Emanuelle, que estava desaparecida desde sexta-feira (10) por vingança. Ele era vizinho da vítima e alegou que cometeu o crime porque a mãe da menina não permitia que ela brincasse com o enteado dele.

Câmeras flagraram a menina circulando sozinha pela rua, sendo seguida pelo suspeito. A princípio o lavrador negou qualquer relação com desaparecimento, mas depois de ser confrontado com as imagens, acabou confessando o crime e apontou o local onde havia deixado o corpo, que foi localizado na noite de segunda-feira (13) em uma área de mata na Fazenda Santana Nova. Agnaldo contou aos policiais que chamou a criança para colher mangas, que seriam um presente para a mãe dela.

Laudo do IML

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a menina levou oito facadas nas costas e cinco no peito. Segundo o delegado seccional de Ourinhos, Antônio José Fernandes Vieira, o laudo contesta a versão apresentada pelo suspeito.

“Ele alegava que tinha dado uma facada na costas e, na sequência, três no tórax. O exame necroscópico revelou que foram 13 facadas: oito nas costas e cinco no peito. Destas, seis são mais relevantes, foram mais profundas”, destaca o delegado.

Agnaldo Assunção foi preso e levado para a cadeia de São Pedro do Turvo e vai passar pela audiência de custódia nesta terça-feira (14). Segundo a Polícia Civil de Chavantes, o suspeito já tem passagem por um homicídio, cometido há cerca de 30 anos.

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO