Terça-Feira, 20 de Novembro de 2018

Cidades
Sexta-Feira, 26 de Outubro de 2018, 13h:22

AÇÃO INTEGRADA

Ladrões de bancos de MT são presos em João Pessoa

Além dos três presos de Mato Grosso, outros dois suspeitos também foram detidos

Redação

PJC

Uma associação criminosa que adotava diferentes endereços pelo País para cometimentos de crimes patrimoniais foi presa pela Polícia Civil de João Pessoa (PB) após trabalho da força-tarefa composta pela Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, por meio da Gerência de Combate co Crime Organizado (GCCO),  a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) de Mato Grosso.

Três dos cinco detidos na manhã desta sexta-feira (26) são de Mato Grosso e possuem histórico de delitos patrimoniais no Estado. Os suspeitos Alexandre Cosso Meza, 28, Everton Aparecido de Almeida Silva, 30, Cleverson Almeida da Costa, 27, são alvo de investigações em andamento pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), referente a furtos e arrombamentos a agências bancárias.

A Polícia Civl da Paraíba  recebeu a informação da GCCO de que os suspeitos teriam se deslocado a João Pessoa para furtar agências bancárias. O delegado titular da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio de João Pessoa (PB), Wagner Dorta, destaca a importância da ação em conjunto entre as polícias para o êxito nas prisões dos suspeitos. 

“A Polícia Civil de Mato Grosso nos prestou apoio substancial que auxiliou a clarear um trabalho robusto que estava em andamento em nossa unidade. Estávamos apurando delitos realizados pelo grupo, não apenas na região metropolitana como também no sertão paraibano”, destaca.

Ainda segundo o delegado, em contato com a Polícia Civil de outros Estados constatou-se suspeita que o grupo pode estar ligado a crimes em Estados como Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco e Paraná.

Além dos três presos de Mato Grosso, outros dois suspeitos também foram detidos: Rodrigo de Pádua Paulino do Nascimento, 25, Igor Giovani Soares, 27.

Os suspeitos foram surpreendidos na manhã desta sexta-feira (26) quando retornaram a um apartamento que alugaram na Capital paraibana, próximo a um shopping. Mais cedo, eles haviam entrado em uma farmácia com objetivo de furtar um caixa eletrônico. No entanto, o terminal de autoatendimento havia sido retirado do local há apenas dois dias. Os criminosos foram presos com dinheiro em espécie e ferramentas utilizadas nos arrombamentos.

Conduzidos à delegacia os cinco criminosos foram autuados em flagrante por furto qualificado e associação criminosa.

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO