Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019

Cidades
Terça-Feira, 08 de Outubro de 2019, 11h:25

SUPOSTO ESTUPRO EM IGREJA

Advogado pede medida protetiva para criança de 10 anos acusada de suposto abuso sexual

Exame de corpo de delito não confirma abuso e advogado pede proteção para criança acusada de estupro em Cuiabá

Jô Navarro

divulgação

O advogado Daniel Ramalho está recorrendo ao Ministério Público com pedido de Medida Protetiva de Urgência para o menino de 10 anos, F.H., acusado de abusar de outro de 8 anos, M.H.S.O em Cuiabá.

O caso de um suposto abuso sexual praticado por duas crianças contra outra, no banheiro de uma igreja na Capital ganhou repercussão nas redes sociais e imprensa. Segundo o advogado, a mãe da vítima ameaçou os pais da criança [supostamente agressora] por mensagem de áudio. Nele a mulher diz que vai levar o filho para fazer exame de corpo de delito e que, se comprovar abuso, "vou no diabo a quatro, no comando, em qualquer m..."

Mais tarde, em troca de mensagens pelo WhatsApp com o pai do suposto agressor, a mulher diz que o exame "não deu nada".

"A questão a ser enfrentada neste processo, transcende o mero interesse antagônico das partes.
Incontestável que a situação é reprovável aos olhos da sociedade e da comunidade evangélica de um modo geral, no entanto o menor acusado precisa impreterivelmente de proteção por parte do Estado, é por está razão que protocolamos em caráter emergencial medidas protetivas para resguardar a integridade física do menor de 10 anos acusado", diz trecho do documento.

Reprodução

Daniel Ramalho

O advogado Daniel Ramalho ao lado de Flávio, pai da criança acusada.

Mais informações em instantes

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO