Domingo, 09 de Agosto de 2020

Agronegócio
Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 07h:54

MERCADO DO BOI

MRB alerta pecuaristas: "O que os grandes frigoríficos não te contam?"

Analista alerta pecuaristas para manobras dos grandes frigoríficos para derrubar o preço da arroba em janeiro

Jô Navarro

Divulgação

O portal especializado Mundo Rural Business, que faz análise de mercado com foco nos produtores rurais e pecuaristas, mostra que as exportações de carne de janeiro a novembro foi de 1,64 milhão de toneladas, aumento de 20% no faturamento de exportadores brasileiros em um 1 ano e de 50% em 5 anos e o valor recorde de R$ 15.807,00 por tonelada exportada.

Para o analista de mercado Júlio Brissac, éimportante documentar o aumento da exportação, mas este não é o único fator que levou ao aumento do preço da arroba do boi. "O que de fato coloca mais preço na arroba que você produz é a oferta abaixo das necessidades de demanda".

A análise mostra que os grandes frigoríficos tentam distorcer as informações para convencer os pecuaristas a aumentarem a oferta e novamente derrubar o valor do gado gordo em todos os estados brasileiros.

O preço final para os consumidores, por outro lado, não reflete o valor médio mais baixo da vaca gorda pago pelos frigoríficos. A carne de boi é mais cara que a carne de vaca, com diferença de R$ 15,00. "Se compraram mais barato, essa diferença deveria chegar ao bolso do consumidor", alerta.

"Os grandes frigoríficos querem boi no Brasil, na primeira perna da safra de 2020, na linha de 200 reais, e a vaca abaixo de 190. Vão conseguir? Depende dos movimentos do produtor de gado do Brasil".

Veja abaixo a análise completa:

 

Comentários

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO